Traduzir

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Prolactina


Link do Comentáro:http://medsimples.com/hormonio-prolactina/#comment-1384
Autor: Alan Niemie

Comentário:
Olá Gisleine. Esse valor está fora da normalidade. Valores de referência de exames sempre variam de laboratório para laboratório (pois dependem do formato de análise aplicado) e, geralmente, ao lado do seu exame terá um valor normal mais adequado. É importante atentar a isso e comparar os resultados do seu exame com esses valores. Porém, valores de referência da Prolactina chegam a no máximo 25 ng/mL e o seu está bem alto. Além disso, em situações fisiológicas de aumento da prolactina (como gravidez, lactação, estresse e estimulação mamária), raramente a Prolactina está superior a 50 ng/mL.

Talvez seu médico tenha dito que os valores são normais com base em alguma outra informação da sua história clínica. Você tomou recentemente (ou ainda toma) algum medicamento específico? Tem algum sintoma ou algo lhe incomodando? É sempre importante comparar a história clínica com exames laboratoriais e, assim, não podemos dizer que você tem algum problema sem uma avaliação mais completa.

De qualquer forma, obrigado e espero que eu tenha lhe sido útil. :)

Link do Comentáro:http://medsimples.com/hormonio-prolactina/#comment-1384
Autor: Alan Niemies

Comentário:
Olá Gisleine. Esse valor está fora da normalidade. Valores de referência de exames sempre variam de laboratório para laboratório (pois dependem do formato de análise aplicado) e, geralmente, ao lado do seu exame terá um valor normal mais adequado. É importante atentar a isso e comparar os resultados do seu exame com esses valores. Porém, valores de referência da Prolactina chegam a no máximo 25 ng/mL e o seu está bem alto. Além disso, em situações fisiológicas de aumento da prolactina (como gravidez, lactação, estresse e estimulação mamária), raramente a Prolactina está superior a 50 ng/mL.

Talvez seu médico tenha dito que os valores são normais com base em alguma outra informação da sua história clínica. Você tomou recentemente (ou ainda toma) algum medicamento específico? Tem algum sintoma ou algo lhe incomodando? É sempre importante comparar a história clínica com exames laboratoriais e, assim, não podemos dizer que você tem algum problema sem uma avaliação mais completa.

De qualquer forma, obrigado e espero que eu tenha lhe sido útil. :)